O neuromarketing existe há cerca de uma década e está crescendo em popularidade. Grandes empresas têm usado essa tecnologia ao projetar seus produtos, embalagens e campanhas publicitárias.

Usando o neuromarketing, você pode repensar suas estratégias e criar um marketing mais inteligente com o objetivo de aumentar as vendas de seus perfumes e cosméticos. O objetivo é entender como o cérebro do seu cliente realmente funciona e como ele é afetado pelo seu marketing.

Os consumidores estão inconscientemente definindo o que querem, quanto vão pagar e talvez até que atividades promocionais os atraem. A chave para obter resultados positivos é entender isso.

Como funciona o neuromarketing?

Existem dois métodos básicos de rastreamento da atividade cerebral do cliente potencial: ressonância magnética funcional e eletroencefalografia.

Dessa forma, os pesquisadores acessam uma parte profunda do cérebro para saber como as pessoas estão realmente respondendo aos estímulos publicitários de uma marca.

Como as marcas usam o neuromarketing?

Algumas marcas usam o neuromarketing para reformular seus designs de embalagens. Nesses casos, os consumidores são expostos à embalagem de um produto, peça por peça, e sua resposta é registrada como positiva, neutra ou negativa. 

Essas informações são usadas em conjunto com uma entrevista aprofundada para analisar pontos específicos como cor, tamanho do texto e imagens.

Maneiras de usar o neuromarketing

Usando algumas táticas para convencer e persuadir seus clientes potenciais, é possível aumentar suas vendas. A seguir, algumas ideias.

Use fontes simples para incentivar a ação

Por anos, muitos de nós ouvimos dizer para “manter a simplicidade”, bem, isso é verdade. De fato, os consumidores realmente são mais afetados por fontes simples.

Se você precisa convencer um cliente a realizar alguma ação, deve descrever essa tarefa usando uma fonte simples e fácil de ler. Isso vale para todo o conteúdo relacionado ao site. Quanto mais você dificultar para o cliente, mais atrito é criado, sendo menos provável que as pessoas ajam.

Fontes complexas para chamar a atenção

Embora as fontes simplificadas e fáceis de ler possam ajudar os consumidores a agir com instruções, a recuperação da memória é aprimorada com uma fonte complexa. Mas tenha cuidado! 

Isso não significa que você deve usar uma fonte complexa em seu logotipo, número de telefone ou slogan. Use essa tática apenas para obter informações importantes na web. Uma fonte complexa não só será mais memorável, mas chamará mais atenção visualmente.

Use o olhar para direcionar a atenção

Se você estiver usando a imagem de uma pessoa ou mesmo de um animal, observe para onde os olhos do personagem estão direcionados. Saiba que as pessoas olham para o que a pessoa do anúncio está olhando. Portanto, certifique-se de direcionar o rosto em seu anúncio para ver o que você gostaria que o espectador veja.

Ganhe a confiança dos clientes

A confiança é muito importante quando se trata de fazer vendas e construir credibilidade. Fazer com que os consumidores confiem no seu negócio é fundamental para o sucesso da sua empresa. Então, se você deseja que seus clientes realmente confiem em você, é preciso demonstrar confiança.

Um sorriso é mais cativante

Muitos lojistas usam diferentes imagens de produtos de beleza para personalizar seu site. Essa pode ser uma forma rápida de mostrar personalidade e “humanizar” a marca, mas o que deve ser considerado na hora de selecionar a melhor foto?

A dica é escolher a imagem de uma pessoa sorridente em vez de séria. A partir de pesquisas de neuromarketing foi constatado que uma imagem de “estímulo ao humor” pode afetar a disposição dos clientes de fazer uma compra.

Conclusão

Por fim, compreender as raízes mais básicas da emoção humana é vital para compreender o comportamento de compra do consumidor. O atrativo do neuromarketing é sua capacidade de se integrar às estratégias de marketing usando táticas para ajudar a ampliar as vendas.