Confira os números do mercado de produtos para o corpo no Brasil

O mercado de produtos para o corpo no Brasil deve crescer 6,9% ao ano. Isso mostra que os brasileiros se preocupam muito com sua aparência física. Assim sendo, há uma grande demanda por cremes e loções corporais que prometem melhorar a pele, promovendo vitalização, firmeza, combate a celulite e estrias. 

Além disso, cremes que garantem um resultado de pele mais lisa, sedosa e brilhante. Os produtos de beleza naturais também estão ganhando popularidade no Brasil, sendo que a maioria dos consumidores prefere aqueles que contenham ingredientes da natureza. 

Esses produtos não apenas oferecem propriedades hidratantes, mas também funcionam como uma camada extra de fragrância para muitos consumidores. Aliás, versões perfumadas são mais apreciadas pelos brasileiros, o que é um detalhe importante para muitas marcas.

Os cuidados com o corpo continuarão tendo um forte crescimento

O desempenho do setor de cuidados com a pele no Brasil continua fortemente influenciado pelos produtos para o corpo. Esse segmento é definido da seguinte forma:

Corpo: redutor de medidas, hidratantes, esfoliantes e produtos para melhorar a textura e firmar a pele.

Pés: cremes e bálsamos.

Mãos e unhas: hidratante e produtos rejuvenescedores para as mãos, cremes para cutícula e fortalecedores de unhas.

A inovação deve ajudar muitas marcas a impulsionar suas vendas, principalmente no que se refere a produtos de maior valor agregado. Por exemplo, produtos para o corpo que ofereçam benefícios extras ou ingredientes diferenciados devem ter um bom desempenho.

Aumento das ações da Natura Cosméticos

A Natura fortaleceu ainda mais sua posição nos cuidados com a pele depois de comprar a Avon. Agora, tornou-se a quarta maior empresa de beleza do mundo. A Natura tem forte atuação no segmento de produtos para o corpo.

Em 2019 fez um importante investimento relançando todos os itens sob uma nova fórmula com prebióticos e também com tecnologia que a empresa afirma se adaptar a todos os tipos de pele.

Cuidados com as mãos em alta

Durante a pandemia do Coronavírus, a orientação para lavar as mãos regularmente a fim de combater a propagação do vírus, ajudou a impulsionar as vendas de produtos para as mãos.

Isso significa que, em função de inúmeras lavagens diárias e uso de álcool em gel, as pessoas perceberam a necessidade de hidratar mais as mãos. Assim sendo, esse tipo de produto foi capaz de guiar a tendência geral em cuidados com o corpo e registrar um importante crescimento em 2020.

Números do mercado de produtos para o corpo no Brasil

– De acordo com os relatórios de pesquisa de mercado da Mintel, os produtos para o banho cresceram em valor de mercado cerca de 8.7% em 2011. Já em 2015 foi de 12.4%, e a projeção para o ano de 2020 é de 6.1%.

– A média de gastos por pessoa com produtos para o corpo no Brasil é de $ 8 dólares (cerca de 40 reais).

– Em relação ao PIB (Produto Interno Bruto), o gasto do segmento deve girar em torno de 0.07889 em 2020.

– O setor de produtos para o corpo vendeu em 2015 o total de 4,545.0 bilhões de reais (isso inclui produtos para mãos e unhas, para o corpo e para os pés).

– Entre os anos de 2012 e 2017, o segmento cresceu a uma taxa anual de 13.4%.

A pesquisa da Mintel não inclui os seguintes tipos de produtos: depiladores, talcos e desodorantes para o pés, clareadores, esmaltes, unhas postiças, protetores solares, produtos para bebês e óleos corporais.

Conclusão

Por fim, os clientes estão cada vez mais procurando por produtos que forneçam uma gama de benefícios combinados para o corpo, como anti-envelhecimento, clareamento, hidratação, etc. Além disso, a inovação deve continuar a impulsionar as vendas nesse segmento de mercado.

Assim sendo, as principais marcas tem trabalhado com foco em novas fórmulas e, especialmente, novas embalagens. A previsão é que nos próximos anos haja um crescimento significativo no mercado brasileiro de produtos para o corpo.

Deixe um comentário